logo

Câncer de próstata: é necessário realizar o toque retal para o diagnóstico?

Câncer de próstata: é necessário realizar o toque retal para o diagnóstico?

Em novembro, ações preventivas são reforçadas para um diagnóstico precoce. Saiba tudo sobre os exames de câncer de próstata! 

 

 O 2º tipo de câncer mais incidente em homens 

De acordo com INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens brasileiros. 

Por isso, a campanha Novembro Azul foi criada com o intuito de incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce da doença. Sem dúvida, quanto mais cedo ela for identificada, maiores são as chances de cura. 

Contudo, ainda existem alguns tabus, principalmente em relação ao toque retal. Muitos pacientes deixam de realizar o exame por vergonha ou medo de sentir dor. 

 

Sintomas do câncer de próstata  

Antes de mais nada, é importante entender que os exames preventivos devem ser feitos com regularidade, uma vez que a doença não apresenta sintomas em seu estágio inicial. 

Portanto, quando os homens começam a manifestar ardência ao urinar, jato de urina fraco e hiperplasia de próstata, provavelmente o câncer já se encontra mais avançado. 

Ademais, em alguns casos há presença de sangue tanto na urina quanto no esperma. 

 

Quando realizar os exames? 

Com toda a certeza, homens acima de 50 anos ou a partir dos 40, caso haja histórico de câncer de próstata na família, devem se submeter aos exames preventivos todos os anos. 

 

Exame de sangue PSA 

Primeiramente, a dosagem de PSA é o exame feito com o objetivo de verificar os níveis de antígeno prostático no organismo. Quando os mesmos se encontram elevados, há suspeita de câncer. Nesse sentido, o(a) urologista ou o(a) proctologista irá realizar o exame de toque retal para elucidar o diagnóstico. 

Vale mencionar que as atividades sexuais devem ser interrompidas até três dias antes do teste. 

 

Toque retal 

O exame de toque retal complementa os resultados da dosagem de PSA. Logo, ele é insubstituível, já que a alteração do primeiro exame nem sempre indica a presença de câncer de próstata. Ao mesmo tempo, 20% dos tumores diagnosticados na região estão em pacientes que apresentaram níveis de PSA normais. 

Apesar de gerar desconforto, o toque retal dura apenas alguns segundos, e o(a) médico(a) utiliza luvas lubrificadas. 

Tal exame clínico serve para avaliar o tamanho da próstata, bem como a presença de nódulos e outras irregularidades. 

 

Biópsia 

Em último caso, quando há suspeita de câncer de próstata conforme os resultados dos dois exames mencionados acima, pequenas amostras de tecido precisam ser retiradas para avaliação. Dessa maneira, o paciente é submetido a um ultrassom e, em alguns casos, há aplicação de anestesia local para evitar desconfortos. 

 

Outros exames 

Por fim, quando o câncer de próstata é diagnosticado, os médicos podem solicitar exames de imagem para compreenderem a extensão do tumor. Só para ilustrar, a tomografia computadorizada, a ressonância magnética e a cintilografia óssea são boas opções de estudo para determinar a intervenção sobre a doença. 

 

Visite o(a) urologista ou proctologista todos os anos para prevenir o câncer de próstata 

 

Na Clínica Vittá Anápolis, você conta com um excelente quadro médico e ainda pode realizar seus exames com segurança e qualidade. Agende um horário sem sair de casa! 

Agendamento Online
Clique para Ligar

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias para oferecer melhor experiência e conteúdos personalizados, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.


Li e aceito as políticas de privacidade.